Notícias de Jogos: CR7 festeja marca histórica e iguala feito de Pelé.

Autor dos três gols de Portugal no empate por 3 a 3 com a Espanha, nesta sexta-feira, em Sochi, no jogo de estreia do seu país nesta Copa da Rússia, Cristiano Ronaldo não escondeu a alegria por ter justificado em grande estilo o seu status de melhor jogador do mundo, eleito pela Fifa nas últimas duas premiações da entidades.
Ao balançar as redes nesta sexta, o astro português conseguiu também alcançar um feito histórico, pois se tornou apenas o quarto jogador a marcar gols em quatro Mundiais consecutivos em todos os tempos - ele também deixou a sua marca na Alemanha (2006), na África do Sul (2010) e no Brasil (2014).

Ele igualou a façanha obtida anteriormente por Pelé, autor de 12 gols repartidos entre as edições de 1958, 1962, 1966 e 1970 da competição, e pelos alemães Miroslav Klose (16 tentos divididos em 2002, 2006, 2010 e 2014) e Uwe Seeler (nove gols ao longo dos mesmos Mundiais disputados pelo Rei do Futebol).
O astro salvou a sua seleção de derrota com um lindo gol de falta no final do segundo tempo do jogo contra os espanhóis, assim como marcou uma vez em cobrança de pênalti e em um chute de fora da área na etapa inicial. Desta forma, como não poderia ser diferente, foi eleito pela Fifa o melhor jogador da partida e comemorou a atuação de gala.
"Estou muito feliz, é uma marca pessoal bonita, uma das mais bonitas em minha carreira, mas para mim o mais importante é o que fez a equipe", afirmou o astro do Real Madrid, que exaltou a garra exibida pelos seus companheiros de seleção. O atacante enfatizou que o time não deixou se abater após levar uma virada por 3 a 2 em apenas 12 minutos no segundo tempo, no qual Ronaldo garantiu o empate aos 42 em bela cobrança de falta.
"Acredito sempre em mim, mas sobretudo ressalto a reação da equipe, que nunca desistiu. Acho que o empate é justo. A Espanha teve mais a posse de bola, como é habitual, mas demos uma excelente resposta. Jogamos contra um dos favoritos, mas nos sacrificamos e mostramos que estamos aqui prontos para lutar até ao fim", ressaltou.
Curiosamente, Cristiano Ronaldo também igualou nesta sexta-feira, em um único jogo, o mesmo número de gols que marcou ao longo das três Copas anteriores em que esteve presente - ele foi às redes por apenas uma vez em 2016, em 2010 e em 2014.

página do jogo do bicho