Notícias de Jogos: Alisson diz que Seleção chega em 'momento perfeito.

Classificação em primeiro lugar nas Eliminatórias Sul-Americanas, bons resultados nos amistosos recentes e com seus principais jogadores se destacando no futebol europeu, a Seleção Brasileira chega à Copa do Mundo da Rússia considerada como uma das favoritas ao título. Para o goleiro Alisson, a situação é natural, pois a equipe atravessa um momento definido como "perfeito" por ele, segundo afirmou nesta terça-feira, em uma entrevista coletiva em Sochi.
Alisson, aliás, faz parte de uma geração que cresceu junta nas divisões de base da Seleção Brasileira. O goleiro é nascido em 1992, assim como três outros destaques da equipe nacional, casos de Philippe Coutinho, Neymar e Casemiro. Assim, na sua avaliação esse grupo condensa experiência com o ótimo momento técnico às vésperas do início da Copa.

"Tivemos a experiência de crescer juntos nas categorias de base da seleção, o que traz identificação um com o outro e com a camisa da seleção. O Neymar e o Coutinho têm relação muito próxima há muito tempo, o que faz dessa história ainda mais bonita. Esperamos escrever essa história com o título. Ajuda muito na valorização do nosso trabalho", afirmou Alisson, também destacando o sucesso nos clubes dos diferentes jogadores da Seleção.
"A gente chega em um momento que poderíamos falar como perfeito, com jovens com muita disposição e também com rodagem, jogando Champions League. Alguns venceram mais do que os outros, começaram mais cedo, mas todos chegam com bagagem. Nossa seleção tem esse misto, jogadores mais experientes, alguns começando a carreira. E todos em alto nível, o que é mais importante", acrescentou.
Sob o comando de Tite, a Seleção sofreu apenas uma derrota, além de ter vencido todos os jogos que disputou. Esse desempenho dá confiança ao elenco, como confirma Alisson. Mas ele destaca que não provocará euforia para o grupo, pois ainda há muito a ser feito. Ainda assim, celebra o futebol apresentado nos amistosos contra Croácia e Áustria, vencidos por 2 a 0 e 3 a 0, respectivamente.
"Isso traz confiança. O foco está no nosso desempenho e resultados. Mas o que acontece com os outros também serve de aprendizado. Quem escolheu os amistosos nossos foi muito feliz, porque teve o que vamos encontrar na primeira fase da Copa: equipes bem postadas e organizadas. Encontramos certas dificuldades, mas a gente soube se sobressair, com trabalho coletivo. A preparação até agora tem sido positiva", afirmou.
Titular da Seleção Brasileira com Tite, Alisson já enfrentou questionamentos em outros momentos da sua passagem pela equipe nacional, mas agora enfrenta um cenário bem diferente. Ele foi destaque da Roma, que avançou até as semifinais da Liga dos Campeões da Europa. Ele agradece a confiança do treinador e do preparador de goleiros Taffarel, mas assegura que o bom momento não o fará estagnar.
"No futebol, tem que se provar partida após partida. Conquistei meu lugar na seleção com muito trabalho e ajuda dos companheiros. Nossa disputa é sadia, o Tite sempre fala isso, de que um faz o outro crescer. Tive momentos difíceis, mas superei. Alguns questionamentos foram feitos com razão, outros nem tanto. Mas sempre respeitei, e minha maneira de responder foi dentro de campo", concluiu.

página do jogo do bicho